A Turquia é um país de 70 milhões de pessoas e mais de 99% da população é islâmica. É a casa do apóstolo Paulo. Todas as sete igrejas do Apocalipse estão na Turquia. Fomos – primeiramente – denominados como “cristãos” na Turquia e as cartas aos Gálatas, Efésios e Colossenses foram escritas para igrejas na região. Apesar de tudo isso, hoje há apenas 4.500 cristãos turcos em 120 igrejas protestantes. Nossa equipe está trabalhando na Turquia há mais de 25 anos, fazendo a diferença nessa nação.

Turquia2Nosso objetivo é desenvolver um Campo em que um número de equipes corelacionadas funcionem com suas próprias lideranças e o foco ministerial é voltado para a equipe. Como ponto de partida, fazer discípulos, plantar igrejas e desenvolver atividades missionárias são a base de tudo. “Fazer discípulos” pode incluir evangelismo, bem como o ministério de treinamento e outros tipos de investimento em discipulado. “Plantar igrejas” pode ser entendido de maneira ampla e inclui o início de novas igrejas assim como ministérios de misericórdia e projetos na área dos negócios nos quais a igreja local deve estar envolvida, esses projetos devem incluir e submeter-se à igreja local. O desenvolvimento de atividades missionárias pode acontecer por um período de longo ou curto prazo. No período de curto prazo, pode haver crentes locais a serem treinados e enviados local ou internacionalmente; e, a longo prazo, movimentos missionários locais podem ser desenvolvidos para identificar, treinar, enviar e sustentar os trabalhadores locais em sua própria terra e em outras nações. Portanto, temos dois focos ministeriais: implantacao de igrejas em lugares não alcancados e treinamento de ministros locais.
Nosso campo de atuação inclui várias nações da Ásia Central. Queremos desenvolver uma rede de equipes relacionadas, com cada equipe tendo sua propria liderança. Louvado seja Deus, já temos duas equipes em dois países próximos.

E aí? Comente e poste:

comentário(s)