Agora é a nossa vez!

Escrevendo uma nova história

 

A World Horizons Brasil é uma organização missionária membra da World Horizons International, uma comunidade diversa de gente simples e pessoas comuns, uma família cristã que faz da oração um estilo de vida. Me sinto honrado – e também minha família – em servir na World Horizons Brasil.

Este país conta com gente tão valorosa, com experiencias tão únicas e um perfil tão singular, que tenho orado muito para que tudo isso seja usado para glória de Deus. Meu compromisso com Deus e cada membro e amigo da WH Brasil é servir, amar, cuidar e lutarmos juntos pelo cumprimento do propósito de Deus para nós: a tarefa da Grande Comissão.

Temos a caneta na mão para continuar escrevendo “Atos 29“, pois os apóstolos pararam de escrever, os pais da igreja também, os missionários antes e depois da reforma. Agora é a nossa vez. Embora pareça ousado nos comparar a eles, é importante lembrar que fomos chamados para o “sacerdócio real” (1 Pedro 2:9) escolhido por Deus para esta geração. E como Deus espera de nós, lutaremos por fazer aquilo que Ele demanda de nós, pois não o fazer seria pecado (Tiago 4.17). Nossos missionários estão espalhados por diferentes partes do mundo fazendo a diferença, levando a o “bom perfume de Cristo” (2 Coríntios 2.15).

Um dos nossos maiores desafios no momento como organização é recrutar os obreiros da próxima geração que irão dar continuidade aos trabalhos em andamento nos campos onde a WH opera. Numa sociedade repleta de materialismo, distrações no ativismo não prioritário, temores e fragilidades desta geração, estamos orando para Deus nos levar aos lugares e igrejas certas em busca dos candidatos certos. Nosso treinamento começará em fevereiro de 2018 e irá até junho de 2019; será um treinamento dinâmico e com várias novidades (saiba mais aqui). Vamos divulgar, pois temos certeza que ainda há uma nova geração que, como Esdras, quer prestar atenção a essa Palavra de Deus que nos chama a ir cumpri-la e ensiná-la a outros (Esdras 7.10).

Recentemente tenho conversado com alguns obreiros veteranos e muito experientes da nossa organização e tenho pensado: verdadeiramente Deus nos está movendo. Tanto de maneira individual como de forma geral, como movimento. A cada dia parece ser mais difícil fazer missões. Tempos de perseguição, turbulência mundial, que são, com certeza, os sinais que marcam os últimos tempos antes da volta de nosso Salvador. Deus está movendo o mundo atual.

Os mexicanos estão mais sensíveis a Deus, os norte-americanos e da região do Caribe também receberam o alerta de que o Deus que controla a natureza está presente, assim como o materialismo está presente no dia a dia das pessoas. O terrorismo lembra aos países desenvolvidos que não há lugar superseguro, a não ser estar debaixo da cobertura divina. A opressão do comunismo e da tirania nos faz depender de Deus, a violência, imoralidade, apostasia e etc. no Brasil e no mundo, e, em fim, um grande número de aspectos que representam dor nos fazem lembrar da frase de C.S Lewis que afirma: “A dor é o megafone de Deus para chamar a atenção num mundo de surdos!”.

Vivemos tempos difíceis, onde Deus demanda disciplina, esforço e entrega, crendo que o que fazemos é prioridade no Reino. Os atletas se esforçam para ganhar grandes competições. Paulo assemelha a corrida no ministério com uma disputa olímpica em 1 Coríntios 9.24-27 onde aprendemos três coisas que Deus nos fala diretamente:

1) Quando nos esforçamos espiritualmente, a nossa fé cresce;
2) Quando nos esforçamos mental e emocionalmente, nossas ideias e paradigmas antigos morrem e são substituídos por novos;
3) Quando nos esforçamos para desenvolver empatia nos nossos relacionamentos, o egoísmo morre e o amor cresce.

Paulo nos exorta a correr a carreira do serviço cristão não como indecisos, nem lutando como batendo no ar, senão subjugando a nossa carne e reduzindo-a à submissão de Cristo para, assim, sermos aprovados por Deus. Alguém também escreveu alguns fatos que mostram que o mundo muda a passos gigantescos. Disseram que o WhatsApp está complicando as operadoras telefônicas; que o Google faliu a Listel, páginas amarelas e as enciclopédias; que o Booking complicou as agências de turismo; que a Nextflix faliu as locadoras; que o Uber está complicando os taxistas; que a OLX acabou com os classificados de jornal; que o Youtube está complicando as TVs; que o Smartphone está complicando as câmeras fotográficas e que a Nuvem está complicando os pendrives. Embora possa nos parecer engraçado, não podemos negar que o mundo está mudando. E nós?

A Bíblia diz que nos últimos dias o amor de muitos se esfriará. Deus nos anima a não ficarmos esgotados com as queixas daqueles que sempre têm uma desculpa para não se envolver com o trabalho missionário ou em nossos ministérios, mas a animar a aqueles que avançam e fazem também avançar o Reino. A Bíblia diz que nos perseguirão, por isso Deus nos anima a não desistir quando os governos em países não cristãos colocam um empecilho trás do outro para atrapalhar o trabalho ou a entrada da mensagem da Vida. A Bíblia diz que no mundo teremos aflições, mas que devemos confiar pois Jesus venceu o mundo, nos animando assim a pensar na garantia de que venceremos se não desfalecermos (Gálatas 6.9).

Deveríamos diminuir o ritmo de oração intercessória pela obra? Devemos parar de mobilizar obreiros para o ide do Senhor? Deveríamos desistir por não ver frutos imediatos de nosso trabalho? De maneira nenhuma! Simplesmente devemos aplicar Romanos 12.2 e não nos conformar ao mundo naquilo que não devemos, mas renovar-nos naquilo que devemos. Deus nos chama a usar a criatividade que Ele nos dá para entrar nos lugares restritos e falar da mensagem da Vida, a renunciar os desejos pecaminosos que batalham contra a alma, a avançar comunicando a essa nova geração que é possível sim mudar o que está a nosso redor, e que a soma de poucas realizações constroem os grandes sucessos.

Nós, como igreja latina, recentemente temos deixado uma marca de participação positiva e determinante na Evangelização Mundial. Aliás, embora o mundo esteja mudando, Deus nos chama a sermos protagonistas naquilo que ele está fazendo através da igreja brasileira e da igreja latina. Assim que, na sinergia da unidade, na diligência do Espírito e na diversidade de nosso povo, dons e talentos, avancemos até que todas as nações se prostrem diante do Senhor e glorifiquem seu nome, como profetiza o Salmo 86.9, e que juntos possamos celebrar, quando tudo acabar, o Reino sempiterno do Deus soberano ao qual servimos. Amém.

 

Pr. Felix Cobos
Diretor da WH Brasil
Setembro, 2017


Início


 

E aí? Comente e poste:

comentário(s)