Rede de Intercessores Pessoais

 

 

O que é a Rede

 

Rede Euchomai – 1 Ts 5:17

 

“Orem o tempo todo. Peçam a Deus qualquer coisa que esteja de acordo com os desejos do Espírito Santo. Argumentem com Ele, fazendo-o lembrar-se das necessidades de vocês, e continuem orando fervorosamente por todos os cristãos em toda parte. ” (Efésios 6:18 – Bíblia Viva)

 

Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a sua causa, como se fora sua própria. É estar entre DEUS e os homens, a favor destes, é se colocar na “brecha” (Ez 22:30) tomando seu lugar e sentindo sua necessidade de tal maneira que se “luta” em oração até a vitória na vida daquele por quem se intercede. Orar porque precisa orar não é mais do que fazer apenas o que se tem que fazer, mas interceder é demonstrar amor, é corresponder ao apelo do Espírito Santo (Rm 8:26-27) seguindo o exemplo do próprio Jesus (Hb 7:25).

Há muitas definições que nós poderíamos dar sobre intercessão, no original grego, interceder é iluminar uma pessoa ou algo, encontrar, afetar uma pessoa ou algo; é ir ao ou encontrar uma pessoa especial com o propósito de conversar, consultar ou suplicar; é orar, pedir; é fazer intercessões por alguém. A mais simples definição talvez seja “Orai uns pelos outros” de Tg. 5:16 ou “Orai sem cessar” de 1 Ts 5:17, onde “orai” no original é “euchomai” que literalmente significa “orar a Deus” ou “desejar, orar, pedir por”. Sendo assim, o intercessor é o que vai a Deus não por causa de si mesmo, mas por causa dos outros. Ele se coloca numa posição de sacerdote, entre Deus e o homem, para pleitear uma causa. O Dicionário da Bíblia, de Nelson, declara que “interceder” é “o ato de peticionar a Deus ou orar a favor de outra pessoa ou grupo.

Diante disto, a Rede de Intercessores (Rede euchomai – 1 Ts 5:17) é composta de voluntários, irmãos em Cristo, grupos de intercessão ou Igrejas locais, que tem como objetivo o compromisso de orar a favor dos outros. Na “Rede Euchomai”, o “intercessor” é a pessoa (ou grupo de pessoas) que “ora a Deus” ou “deseja orar a Deus” a favor dos missionários da WH Brasil e suas famílias que estiverem sob seus cuidados. A WH Brasil, através do CIM, será responsável em montar as Redes de Intercessores para os missionários e criar o vínculo daquela com este.

 

 

Entenda o que é o CIM

Início

 

 

Exemplos

 

Exemplos de intercessão bíblica

 

Exemplos marcantes de intercessão no AT, são as orações de Abraão em favor de Ismael (Gn 17:18) e de Sodoma e Gomorra (Gn 18:23-32), as orações de Davi em favor de seus filhos (2 Sm 12:16; 1 Cr 29:19), e as de Jó em favor de seus filhos (Jó 1:5). Na vida de Moisés, temos o exemplo supremo no Antigo Testamento, quanto ao poder da oração intercessória. Em várias ocasiões ele orou intensamente para Deus alterar a sua vontade, mesmo depois de o Senhor declarar-lhe aquilo que Ele já resolvera executar. Por exemplo, quando os israelitas se rebelaram e se recusaram a entrar em Canaã, Deus falou a Moisés que iria destruí-los e fazer de Moisés uma nação maior (Nm 14:1-12). Moisés, então, levou o assunto ao Senhor em oração e implorou em favor dos israelitas (Nm 14:13-19); no fim da sua oração, Deus lhe disse: “Conforme à tua palavra, lhe perdoei” (Nm 14:20; ver também Êx 32:11-14; Nm 11:2; 12:13; 21:7; 27:5). Outros poderosos intercessores do Antigo Testamento são Elias (1Rs 18:21-26; Tg 5:16-18), Daniel (Dn 9:2-23) e Neemias (Ne 1:3-11).

No Novo Testamento temos mais exemplos de orações intercessórias. Certo homem de posição implorou, pedindo a cura de seu servo (Mt 8:6-13), e a mãe de Tiago e João intercedeu diante de Jesus em favor deles (Mt 20:20-21). A igreja do NT intercedia constantemente pelos fiéis. Por exemplo, a igreja de Jerusalém reuniu-se a fim de orar pela libertação de Pedro da prisão (At 12:5,12). A igreja de Antioquia orou pelo êxito do ministério de Barnabé e de Paulo (At 13:3). Tiago ordena expressamente que os presbíteros da igreja orem pelos enfermos (Tg 5:14) e que todos os cristãos orem “uns pelos outros” (Tg 5:16; Hb 13:18-19). Paulo vai mais além, e pede que se faça oração em favor de todos (1 Tm 2:1-3). O apóstolo Paulo, quanto à intercessão, merece menção especial. Em muitas das suas epístolas, discorre a respeito das suas próprias orações em favor de várias igrejas e indivíduos (Rm 1:9-10; 2 Co 13:7; Fp 1:4-11; Cl 1:3,9-12; 1 Ts 1:2-3; 2 Ts 1:11-12; 2 Tm 1:3; Fm 1:4-6), outras vezes ele fala das suas orações intercessórias (Ef 1:16-18; 3:14-19; 1 Ts 3:11-13). Ao mesmo tempo, também pede as orações das igrejas por ele, pois sabe que somente através dessas orações é que o seu ministério terá plena eficácia (Rm 15:30-32; 2 Co 1:11; Ef 6:18-20; Fp 1:19; Cl 4:3,4; 1 Ts 5:25; 2 Ts 3:1-2).

As numerosas orações intercessórias que encontramos na Bíblia mostra que não há limite para se interceder. Os santos de Deus intercediam para que Deus sustasse o seu juízo (Gn 18:23-32; Nm 14:13-19; Jl 2:17), que restaurasse o seu povo (Ne 1; Dn 9), que livrasse as pessoas do perigo (At 12:5,12; Rm 15:31), e que abençoasse o seu povo (Nm 6:24-26; 1Rs 18:41-45; Sl 122:6-8). Os intercessores também oravam para que o poder do Espírito Santo viesse sobre os cristãos (At 8:15-17; Ef 3:14-17), para que alguém fosse curado (1Rs 17:20-23; At 28:8; Tg 5:14-16), pelo perdão dos pecados (Ed 9:5-15; Dn 9; At 7:60), para Deus dar capacidade às pessoas investidas de autoridade para governarem bem (1 Cr 29:19; 1 Tm 2:1-2), pelo crescimento na vida cristã (Fp 1:9-11; Cl 1:10-11), por pastores para que sejam capazes (2 Tm 1:3-7), pela obra missionária (Mt 9:38; Ef 6:19-20), pela salvação do próximo (Rm 10:1) e para que os povos louvem a Deus (Sl 67:3-5). Tudo que a Bíblia revele como a perfeita vontade de Deus para o seu povo pode ser um motivo apropriado para a oração intercessória (Rm 12:1-2).

 

 

Entenda o que é o CIM

Início

 

 

Necessidade

 

Necessidade da Rede Euchomai

 

A intercessão e a evangelização são interdependentes, como a chama do fogo e o oxigênio. Caminham unidas, não podem nem devem separar-se uma da outra. Sem intercessão a evangelização não terá força, não terá consistência. Mesmo que exista pessoas capacitadas em técnicas para poder falar, pregar, dissertar, expor um tema, se não houver suficiente intercessão faltará nestes serviços a unção. A oração de intercessão impregna tudo o que acontece na evangelização, desde o serviço menor e escondido até ao mais visível, tudo deve ser sustentado pela intercessão. Deste modo, o caminho da intercessão é um serviço muito sério e ordenado, onde todos os intercessores participam como um corpo vivo responsável pela evangelização no mundo (Ef 3:14-19).

Nesse sentido, é também importante ressaltar que a “World Horizons” (WH) é conhecida como um movimento de intercessão, trabalho pioneiro e profético em missões. Em seu “Manual de Diretrizes e Princípios Familiares”, a WH declara que é um “Movimento de oração”:

“…, em nosso coração, nós somos pessoas que são chamadas a estarem juntas para orar e para ‘fazer missões’. Escolhemos ouvir Deus e dar parte de nosso tempo e energia para orar e adorar. Fazemos da oração a base do nosso ministério. Nossos dias de oração, meses e outros momentos especiais dedicados a oração refletem essa prioridade. Queremos ver canções autóctones e outras expressões criativas de louvor fluindo em nossas orações nas muitas culturas onde vivemos. Iniciativas como tocar o Mediterrâneo e o Saara em oração, e oração ao longo de toda a Rota da Seda, deram sentido histórico à nossa oração. A oração constrói uma compreensão da mente e do coração de Deus. Queremos que este entendimento seja fundamental na nossa orientação e decisões que tomamos, e não apenas considerações estratégicas ou planos. Somos pessoas que são convidadas a viver, trabalhar, orar e falar sobre coisas que ainda não existem; viver e agir com esperança para o que há de vir. ” (Manual de Diretrizes e Princípios Familiares da World Horizons, Segunda Edição, outubro de 2011, pág. 4).

 

Entenda o que é o CIM

Início

 

 

Objetivo

 

Objetivo da Rede Euchomai

 

A oração é a energia que capacita o soldado cristão a usar a armadura e brandir a espada do Espírito (Ef 6:10-18). Moisés orou, e Josué brandiu a espada contra Amaleque (símbolo da carne ou do que é carnal), mostrando que oração e ação caminham juntas (Êx 17:8-16). Somos um exército, precisamos orar uns pelos outros e orar por todos os santos. Nenhum soldado, ao entrar em combate, ora só por si mesmo, mas também por seus companheiros. Num exército, o sucesso de um é o sucesso de todos, e quando um soldado cai, todos ficam mais vulneráveis. Precisamos uns dos outros, precisamos orar uns pelos outros. Não podemos lutar nessa guerra com nossas próprias forças, no nosso próprio poder. Paulo pede oração por si mesmo, não para se livrar da prisão, mas para tornar-se mais eficaz na proclamação do evangelho (Rm 15:30-31; Fp 1:19-21; Ef 6:18-20; 2 Ts 3:1-3).

A Igreja e cada cristão individualmente é chamado ao fascinante ministério da intercessão, pois, interceder é dar à luz no reino do Espírito às promessas e propósitos de Deus, é ver a necessidade da intervenção de Deus nas mais diversas situações. A intercessão deve ser uma das prioridades da vida do cristão, todo cristão é chamado a interceder. Sim, há pessoas que têm um ministério de intercessão, com uma unção especial para tanto, mas cada cristão tem uma vocação de Deus para interceder, é um imperativo do sacerdócio cristão (1 Pe 2:9) e objetivo da Rede Euchomai.

 

 

Entenda o que é o CIM

Início

 

 

Característica

 

Características de um Euchomai

 

Finalmente, irmãos, orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague e seja glorificada, como também está acontecendo entre vós; e para que sejamos livres dos homens perversos e maus; porque a fé não é de todos.” (2 Tessalonicenses 3:1-2)

 

Um “Euchomai” (intercessor) é a pessoa que, por experiência, tem um forte senso de total dependência de Deus, que se consagra à oração e à Palavra, que acredita que Deus responde as orações e que o Eterno intervém na História por intermédio das súplicas do Seu povo. Que sabe que precisa depender totalmente do auxílio do Espírito Santo e da Palavra de Deus para ser um intercessor eficaz (Lc 5:5; Rm 8:26-27), que tem confiança e ousadia para entrar diante do Trono da Graça para interceder pelos outros (Hb 4:16; 10:19).

Um intercessor tem como característica o amor e compaixão para interceder (Gn 18:22-33; Ne 1:4-11), perseverança (Dn 10:2,12), ousadia diante de Deus (Gn 18:27,30-32; Nm 14:13-20), dos homens (Nm 11:2; At 28:8), e de Satanás, o opositor das nossas orações (At 16:18; Tg 4:7); discernimento das coisas espirituais (Hb 5:14).

O “Euchomai” tem intimidade com o Deus Pai (Êx 33:11; Mt 6:6), se identifica com pessoas e circunstâncias (Ne 1:3-4; Fp 4:14; Hb 13:3); reconhece que oração é apenas parte do processo (Êx 14:15; Js 7:10-11; Jo 11:39); reconhece os limites de seu chamado (Rm 12:3-6; 1 Co 15:10), mas também sabe de sua importância no processo (Êx 17:11-13; 2 Co 1:11; Fp 1:19), contudo reconhece que nem sempre a resposta da oração será de conformidade com o pedido (Dt 3:23-27; 2 Co 12:8-9; ); e, por fim, sabe que haverá um preço de renúncia pessoal a ser pago (Ne 1:4; Dn 9:3; 2 Tm 1:3).

Ser um intercessor é um “sacerdócio”, no estrito significado da palavra, e muitos são chamados a exercerem esta função diante do Pai, o que é um privilégio que refletirá na eternidade. O “Euchomai” está no mesmo patamar dos “verdadeiros adoradores” (Jo 4:23), pois, também é procurado por Deus sobre a terra (Is 59:16; Ez 22:30). Deus vai te encontrar!?

 

 

Entenda o que é o CIM

Início

 

 

Missão

 

Missão da Rede Euchomai

 

A “Rede Euchomai”, que é a Rede de Intercessores Pessoais do CIM – WH Br, composta por voluntários irmãos em Cristo, grupos de intercessão ou de Igrejas locais, que tem como missão o compromisso de orar por aqueles que estão sob seus cuidados. Realizar contato periódicos, pessoalmente, através dos diversos canais de comunicação (telefone, Skype, WhatsApp, etc) com os missionários e sua família, orando por e com ele, em todas as dimensões da vida e pelos desafios do campo.

Nesse sentido, a “missão” de um “Euchomai” (intercessor) é interceder pessoalmente  (ou através de grupo de pessoas que “oram a Deus” ou “desejam, orar”) a favor do missionário da WH Brasil, bem como de sua família, de forma específica, ser seu intercessor pessoal, se colocando na posição de sacerdote, entre Deus e o missionário e, com o missionário, pleitear as causas indicadas pelo mesmo.

 

 

Entenda o que é o CIM

Início

 

 

Quero ser

 

Quero ser um Euchomai

 

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus.” (2 Coríntios 1:3-4)

Muitas pessoas, cristãos de verdade, que tem um coração de servo, sentem um profundo desejo de servir ao Senhor Jesus, mas, muitas vezes, não sabem como ou não entendem o seu “chamado”. Embora sintam-se “vocacionados”, pensam que para servir ao Mestre Jesus, devem deixar “tudo”.

Sim, muitos são vocacionados ou chamados desta forma, mas, outros são chamados a servirem com seus “talentos”, de conformidade com sua “capacidade” (Mateus 25:14-15), distribuído de acordo com a graça do Pai (Romanos 12:3-8), para apoiar aqueles que foram “enviados” bem como toda a Igreja do Senhor Jesus.

Se você entendeu a importância e a necessidade que temos de ter pessoas nos ajudando voluntariamente (esclarecimento sobre o serviço voluntário da WH Br, clique aqui) para ser um Paráclito, ou seja, um Conselheiro do Cuidado Pastoral dos Missionários da WH Brasil, preencha o Formulário abaixo entre em contato conosco.

Nos sentiremos honrados e ficaremos muito felizes com seu contato!

Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.” (1 Coríntios 15:58)

 

 

Formulário de contato com o CIM WH Brasil

 

 

 

Entenda o que é o CIM

Início